Workspitality: Hospedagem para trabalhar

Confira como a tendência do trabalho remoto reinventou a forma de se hospedar

“Trabalhe onde você quiser”. Home office. Trabalho remoto. Liberdade geográfica. Estes são termos que ascenderam no último ano e que mostram como o conceito de trabalho físico está mudando. Especialistas já apontam que essa nova maneira de laborar veio para ficar no pós-pandemia e o mercado precisa se adaptar aos novos estilos de vida. Já para o setor da hospitalidade, estas mudanças mostram oportunidades de negócios que podem ser exploradas.

Neste período pandêmico, alguns hotéis viram potencial em entregar a experiência de hospedagem atrelada ao co-working, como fez a rede hoteleira Accor, que anunciou a chegada de uma nova proposta de workspitality ao Brasil, e irá reformular unidades dos hotéis no mundo todo para atender esse público.

O crescente número de pessoas que aderiram ao nomadismo como estilo de trabalho também dá à hotelaria a oportunidade de novos negócios e expansão. Esses profissionais buscam cada vez mais locais que entreguem estrutura, conforto e praticidade enquanto viajam.

Com a chegada do home office, muitos profissionais também viram a necessidade de sair do ambiente doméstico e começaram a pesquisar por novos lugares que proporcionassem essa comodidade e segurança, para desenvolver suas atividades. Essa busca está tornando-se cada vez mais comum e engrossando o número dos conhecidos walk-ins, que atualmente adentram os hotéis com o intuito de encontrar boa conexão, bom atendimento e praticidade para trabalhar.

Além dos nômades digitais e dos profissionais de home office, também aumentou o número de empresas e companhias que buscam lugares que comportem transmissões de vídeo com tecnologia de ponta e eventos híbridos. Muitos hotéis, viram neste cenário, afetado pela pandemia, a oportunidade de retomar as atividades nos últimos meses.

Os nômades digitais buscam principalmente praticidade e segurança acima de outras prioridades durante a hospedagem

Para atender essa nova procura no mercado, é necessário que os hotéis estejam atentos às novas tendências de consumo e abertos às novas mudanças que estão por vir. Os hóspedes que reservam com o objetivo de usufruir das facilidades do hotel, buscam, majoritariamente, praticidade, eficiência e segurança. E para que a excelência do atendimento seja entregue a esse público, contar com a tecnologia para otimizar a experiência é urgente.

As ferramentas que podem auxiliar no sucesso em atender estes hóspedes são desde um sistema propício para distribuição da conexão segura e rápida, adaptação de cardápio e serviços para plataformas digitais, até pesquisas de satisfação específicas, que possam mensurar os apontamentos e melhorias que este público deseja.

A fim de atender as necessidades destes hóspedes que usufruem do hotel para trabalhar, a VEGA I.T. oferece um sistema completo, amplamente focado na experiência do hóspede, proporcionando autonomia e modernidade durante toda a hospedagem. Dentre as soluções, está o GDI, Gerenciamento Dinâmico de Internet, recurso que é destaque pelo conjunto de melhor distribuição da conexão, desenvolvido especificamente para hotéis. Com ele, o hóspede pode realizar acessos individuais, de forma segura e rápida e, mesmo se a ocupação do hotel for alta, a velocidade permanece a mesma. A partir de relatórios é possível extrair dados de picos de acesso e verificar a distribuição nas UHs, para que a qualidade do serviço seja sempre entregue.

Os walk-ins também tendem a priorizar a praticidade no consumo. Por isso, facilitar o acesso aos cardápios e outros serviços oferecidos pelo hotel, como reservas por meio de aplicativos para celular e plataformas digitais dentro das acomodações, pode ajudar tanto o hóspede a ter uma experiência mais completa durante a estada, como o hotel a gerar novas receitas marginais.

Oferecer o serviço de room service através do aplicativo, por exemplo, pode ser uma grande vantagem para esse perfil de hóspede, que busca facilidade e ganho de tempo em cada minuto da estada.

Por último, mas não menos importante, a utilização de pesquisas de satisfação pode trazer novos insights valiosos para a melhoria da experiência destes hóspedes. Personalizar uma pesquisa focada neste público pode auxiliar a gestão do hotel a atender pontualmente as suas exigências.

Instalar um ecossistema completo que atenda às necessidades dos novos clientes que querem usufruir do hotel para trabalhar, pode ser um passo estratégico na retomada da hotelaria no pós-pandemia. Consulte a VEGA I.T. para saber mais sobre as soluções disponíveis.


Palavras chaves:

Hotel | Hotelaria | Tecnologia para hotéis | Operação hoteleira | Hospitalidade | Soluções tecnológicas para hotelaria | Workspitality | Room Service | Business Trip | Viagem a Trabalho | Tendências na Hotelaria

Blog

Veja mais posts como este